Storm avança nos playoffs do Paulista de futebol americano

Sem grandes sustos, o São Paulo Storm superou o Limeira Tomahawk por 49×14, na cidade de Leme, ontem (14/06), e se classificou para a segunda rodada dos playoffs do campeonato paulista da FEFASP. Com a vitória e os cruzamentos de campanha, a Tempestade encara agora o Sorocaba Vipers Army, rival histórico da equipe, por uma das vagas nas semifinais do torneio. O confronto ainda não teve local agendado pela federação, mas acontecerá no próximo fim de semana.

Com novidades no ataque e na defesa, a surpresa do dia foi o fato do grupo ofensivo do Storm ter entrado em campo sob o comando do quarterback Diego Clouston. Desde o início, o jogador soube distribuir a bola, variando bem entre as chamadas de passe e corrida. O que acabou dando ritmo e cadência que faltaram ao time em outras oportunidades.

Resultado disso foi o fato da Tempestade abrir o placar logo de cara com uma conexão aérea entre Clouston e o tight end Luiz Domingues e na sequência ter ampliado o placar com uma corrida do wide receiver Jesus. Com 16×00 de frente, após as conversões de dois pontos, bastou a equipe manter o ritmo para levar a melhor na partida.

Sem força para reagir, o Limeira deixou que o time da capital anotasse outros dois touchdowns (Jeff Henderson e Alan Giamas) e mais um safety (falta de intentional grounding cometida dentro da endzone pelo quarterback Maciel Batman), o que garantiu ao Storm o placar de 33×00 na virada do primeiro para o segundo tempo.

Com o placar, a equipe azul baixou a guarda e acabou levando dois touchdowns na sequência, ainda no início do terceiro quarto.

Mas o que poderia ser o início de uma reação acabou por apenas reacender o Storm em campo e a Tempestade voltou ao ritmo inicial de jogo, anotando mais dois touchdowns, com uma corrida do running back, Lucas Monobloco, e uma jogada surpresa em meio a uma tentativa de field goal, com um preciso passe do safety Anderson Forato para Bruno Gardenal. Placar final: 49×14.

“Estamos satisfeitos com o desempenho de todas as unidades, agora é focar na preparação durante a semana para o jogo frente ao Vipers, que com certeza será um dos jogos mais duros que teremos no campeonato”, comentou William Zapparoli, treinador principal do Storm.

Ainda sobre o próximo adversário, o treinador preferiu evitar detalhar a tática a ser usada, mas deixou claro que três pontos precisarão se repetir no pr;oximo fim de semana: “superação, atenção e execução continuarão sendo nossas maiores armas”, finalizou.

Storm foca na superação para os playoffs do Paulista

Superação, atenção e execução são as palavras de ordem para o elenco masculino adulto do São Paulo Storm desde que foram definidas as vagas e classificados aos playoffs do Paulista de futebol americano da Fefasp. Isso porque mais do que vencer as partidas eliminatórias que terão início no próximo domingo (14/06, 10 horas), em Leme (SP), quando a Tempestade enfrenta o Limeira Tomahawk, em jogo válido pelo wildcard, o time terá que superar contusões, viagens e atletas ausentes por conta do mundial.

“São obstáculos que teremos que ultrapassar para atingir nosso objetivo, que é brigar pelo título do torneio”, reforça o treinador principal, William Zapparoli. Ao todo, a equipe não contará, para a partida frente ao Limeira, com quatro atletas. Segundo o treinador, todos estão em processo de recuperação, mas precisam de mais tempo.

Outro ponto importante é a falta de conhecimento e acesso à informações do Tomahawk. “Por se tratar de um time relativamente novo, não temos materiais disponíveis para estudar”, conta Zapparoli. Entretanto, nem tudo é novo, uma vez que o Storm conhece bem o quarterback adversário. “O Batman é velho conhecido, uma vez que tivemos a oportunidade de enfrentá-lo em torneios passados”, explica o treinador.

Para se manter no torneio, a Tempestade precisa necessariamente vencer a partida do próximo domingo, uma vez que na fase de playoffs, somente a equipe que vencer permanece na competição.

Para entender como funciona a fase final do Paulista? Nós preparamos um tutorial dando todas as explicações.

PARTIDAS_FA_TOMAHAWK

Entenda os playoffs do Paulista da Fefasp

No próximo domingo, dia 14 de junho, o time adulto do São Paulo Storm inicia a caminhada na fase de playoffs do Campeonato Paulista de futebol americano da Fefasp. A equipe, que obteve a quinta melhor posição geral entre as doze que avançaram, enfrentará o Limeira Tomahawk em um jogo único, onde só quem vencer continua na batalha pelo título. Para chegar lá, a Tempestade Paulista precisará vencer outros três adversários.

E para você entender qual esse caminho, organizamos um rápido tutorial com todas as informações que você precisa para não se perder na reta final do Paulista. Torça, faça contas e não perca nada da disputa – que tem tudo para ser emocionante.

1- Por que o Storm é a quinta campanha?
Os times do Paulista foram divididos em quatro divisões, onde as equipes se enfrentaram dentro do próprio grupo, em turno único. Para definir a posição geral, a Fefasp faz um ranking geral, onde a Tempestade terminou com a quinta melhor campanha (4-1).

2- O Limeira foi escolhido como?
Com a definição dos doze classificados, fica definido que as quatro melhores campanhas ganham um bye na primeira rodada do playoffs, o chamado Wild Card – e esperam os quatro que sobrarão dos confrontos, que também são definidos pelo cruzamentos da melhor campanha versus a pior campanha. Logo, Storm (seed 5) enfrenta o Tomahawk (seed 12).

3- Passando, quem será o adversário?
Uma vez que a Tempestade supere o primeiro adversário, haverá um novo chaveamento, que também levará em consideração o cruzamento de melhores campanhas contra melhores campanhas. Como o Storm, vencendo, será a melhor campanha do Wild Card, automaticamente enfrentará o seed 4, no caso, o Sorocaba Vipers Army – nosso rival histórico.

4- Chegou na semifinal. E agora?
A essa altura, prever o cruzamento é muito difícil. Entretanto, para entender quem será o adversário, basta levar em consideração que a melhor campanha classificada cruza com a quarta e a segunda cruza com a terceira.

5- E a final?
Se chegarmos vivos até aqui, chegou a hora da grande final, que acontecerá em jogo único. Quem vencer, levanta a taça!

6- Vocês já sabem os locais e horários dos jogos?
Na fase de playoffs, todos os mandos de jogo pertencem à Fefasp, portanto, cabe a ela definir onde e quando o Storm jogará. Por hora, está definido que o jogo contra o Tomahawk acontecerá em Leme, domingo (14/06) a partir das 10 horas.

Storm leva o título do Regional de Flag Feminino

A equipe feminina do São Paulo Storm conquistou o segundo título do ano. Depois do Paulista, foi a vez de levantar a taça da etapa Regional do Circuito Nacional de Flag 5×5, que aconteceu no último sábado (6), em Guarulhos(SP). Com o título, a Tempestade garantiu uma das vagas na fase de playoffs da terceira edição da SuperFinal do Brasileiro, campeonato em que o time busca retomar a taça, depois de terminar com o vice-campeonato em 2014.

Com a participação de Underdogs Football, Cronos e Spartans, a fórmula de disputa colocava todas as equipes jogando entre si em um turno único. E as atletas do Storm fizeram sua parte ao vencerem os dois primeiros sem sustos, pelos placares de 50×00 e 25×06, respectivamente. O que encaminhou a disputa para que o título fosse decidido entre Tempestade e Espartanas, os rivais históricos do estado.

Em um jogo pegado, a exemplo de toda a história que ambos traçaram nos últimos anos, Storm x Spartans sabiam que uma vitória embalaria o vencedor na sequência da disputa da SuperFinal. Sem encaixar um bom jogo no ataque, a equipe Azul permaneceu o tempo todo atrás do placar, mesmo com uma boa atuação do setor defensivo.

Quando tudo caminhava para uma vitória espartana, uma vez que o time rubro-negro tinha a posse de bola e a liderança no placar, a sorte resolveu mudar de lado. Faltando pouco mais de um minuto para o encerramento da partida, o Storm conseguiu interceptar a bola (por meio da atleta Ingrid) e colocar o ataque mais uma vez no campo, para virar o jogo e garantir a vitória por 26×24.

Além do título, a equipe acabou tendo a wide receiver Loira escolhida como a melhor jogadora ofensiva do torneio. Ela que terminou com oito touchdowns anotados durante toda a competição.

Com a classificação no Circuito definida, a Tempestade Paulista vira as atenções agora para o torneio feminino da Fefasp.

Storm busca vaga nas finais do Brasileiro

No próximo sábado, dia 06 de junho, a equipe feminina do São Paulo Storm entra em campo para a disputa da fase regional do Circuito Nacional de Flag. Em disputa, três vagas para a fase de playoffs da competição, caminho obrigatório para quem quer chegar na superfinal da competição, onde os participantes disputarão o título brasileiro da modalidade. As partidas acontecerão na cidade de Guarulhos (SP), no formato turno único todos contra todos.

Além da Tempestade, disputam uma das vagas: Cronos Football, Underdogs e o rival Spartans. Velhos conhecidos, mas que deverão dar trabalho em campo, conforme revela a coordenadora ofensiva do Storm, Victoria Guglielmo: “Apesar de tê-las enfrentado durante a fase estadual, esperamos adversários mais atentos para a fase regional, já que uma derrota deixa a equipe pelo caminho na disputa do título nacional”.

Todas as partidas acontecerão no SESI Guarulhos, local capaz de oferecer toda a estrutura para que as equipes apresentem o que tem de melhor. “A torcida que comparecer pode esperar ótimos jogos e uma postura bastante agressiva do Storm em busca de mais um título”, completa a treinadora.

Sem problemas de contusão, a equipe deverá repetir as formações utilizadas nos últimos jogos, tanto do Circuito quanto da Fefasp e participar do torneio com força máxima. A entrada é franca para a torcida.

Serviço
Local: SESI Guarulhos
R. Benedito Caetano da Cruz, 566 – Jardim Adriana
Guarulhos – SP | CEP: 07135-380
Horário: A partir das 8h30

A TABELA

8h30 – Cronos x Spartans
9h40 – Underdogs x Storm
11h10 – Spartans x Underdogs
13h30 – Cronos x Storm
14h40 – Storm x Spartans
16h00 – Underdogs x Cronos

PARTIDAS_2_2Regional(1)