Storm avança nos playoffs do Paulista de futebol americano

Sem grandes sustos, o São Paulo Storm superou o Limeira Tomahawk por 49×14, na cidade de Leme, ontem (14/06), e se classificou para a segunda rodada dos playoffs do campeonato paulista da FEFASP. Com a vitória e os cruzamentos de campanha, a Tempestade encara agora o Sorocaba Vipers Army, rival histórico da equipe, por uma das vagas nas semifinais do torneio. O confronto ainda não teve local agendado pela federação, mas acontecerá no próximo fim de semana.

Com novidades no ataque e na defesa, a surpresa do dia foi o fato do grupo ofensivo do Storm ter entrado em campo sob o comando do quarterback Diego Clouston. Desde o início, o jogador soube distribuir a bola, variando bem entre as chamadas de passe e corrida. O que acabou dando ritmo e cadência que faltaram ao time em outras oportunidades.

Resultado disso foi o fato da Tempestade abrir o placar logo de cara com uma conexão aérea entre Clouston e o tight end Luiz Domingues e na sequência ter ampliado o placar com uma corrida do wide receiver Jesus. Com 16×00 de frente, após as conversões de dois pontos, bastou a equipe manter o ritmo para levar a melhor na partida.

Sem força para reagir, o Limeira deixou que o time da capital anotasse outros dois touchdowns (Jeff Henderson e Alan Giamas) e mais um safety (falta de intentional grounding cometida dentro da endzone pelo quarterback Maciel Batman), o que garantiu ao Storm o placar de 33×00 na virada do primeiro para o segundo tempo.

Com o placar, a equipe azul baixou a guarda e acabou levando dois touchdowns na sequência, ainda no início do terceiro quarto.

Mas o que poderia ser o início de uma reação acabou por apenas reacender o Storm em campo e a Tempestade voltou ao ritmo inicial de jogo, anotando mais dois touchdowns, com uma corrida do running back, Lucas Monobloco, e uma jogada surpresa em meio a uma tentativa de field goal, com um preciso passe do safety Anderson Forato para Bruno Gardenal. Placar final: 49×14.

“Estamos satisfeitos com o desempenho de todas as unidades, agora é focar na preparação durante a semana para o jogo frente ao Vipers, que com certeza será um dos jogos mais duros que teremos no campeonato”, comentou William Zapparoli, treinador principal do Storm.

Ainda sobre o próximo adversário, o treinador preferiu evitar detalhar a tática a ser usada, mas deixou claro que três pontos precisarão se repetir no pr;oximo fim de semana: “superação, atenção e execução continuarão sendo nossas maiores armas”, finalizou.